quarta-feira, agosto 24

Dr. THIAGO E MARINEIDE DE DINARTE VISITARAM MORADORES DA TABATINGA E CIDADE HISTÓRICA

Quando uma candidatura apresenta um baixissimo índice de rejeição, suas andanças rumo a casa do eleitor é um exercicio prazeiroso de se cumprir. Dr, Thiago e Marineide de Dinarte se sentem leves e soltos no abraço aconchegante de cada eleitor visitado. 
Bem diferente de outras alternativas que estão na disputa, onde o morador não deseja receber a visita ou por uma simples educação, recebe sem dispensar atenção.
 Pelas imagens visualizamos o grau de satisfação de cada pessoa cumprimentando os caravaneiros da mudança. 
Todos  afirmando categoricamente que em 2 de outubro votarão no 45 para eleger o prefeito e a vice de Carnaubais.

MÁRCIA MAIA AMARGA O MAIOR INDICE DE REJEIÇÃO

Deputada Márcia cobra medidas de repressão no combate à violência contra as mulheres
A deputada Márcia Maia empatada com mais três postulações ao cargo de prefeito em Natal, muito abaixo do prefeito Carlos Eduardo que tem 40% de favoritismo. 
A guerrerinha como gosta de chamar seus seguidores tem 7* das intenções de voto, para prefeita de Natal.
Todavia é a campeã de rejeição atingindo 34%,   conforme índice coletado pela Pesquisa Ibope.

NÃO SOU SURFISTA MAIS VOU EMBARCAR NESTA ONDA



A campanha de Dr. Thiago e Marineide de Dinarte, vem se processando numa onda crescente, como acontece nas épocas de maré alta. 
A cada movimentação realizada, sentimos que mais gente tem tomado rumo em apoio a caravana da mudança. 
As caminhadas, as visitações domiciliares terminam sempre com uma animada concentração popular, ouvindo as propostas e as criticas dos candidatos. 
Oradores enfatizam em seus pronunciamentos o objetivo de conquistar nas urnas,  uma gestão de qualidade para Carnaubais e a luta por uma Câmara Municipal com capacidade de bem representar o povo.


Patrício Júnior (PSD) visita comunidade do Mendubim II

O candidato a prefeito de Assú pelo PSD, Patrício Júnior, visitou na manhã desta quarta-feira (24) a comunidade do Mendubim II, em companhia do candidato a vereador Júnior do Mendubim e do candidato a vice-prefeito Breno Lopes.

Patrício caminhou por três horas, conversando com os moradores, ouvindo os pleitos da comunidade e trocando ideias para melhorar o município do Assú em seus vários aspectos para a população.
“Estamos caminhando, ouvindo as demandas da comunidade, porque quando chegarmos à Prefeitura queremos fazer muito mais pela população, pois sabemos as reais necessidades, sabemos de que o povo precisa”, disse Patrício Júnior.

Na tarde desta quarta-feira (24) a caminhada será Centro da cidade, nas ruas Ulisses Caldas, 11 de agosto e 16 de outubro. A concentração será nas proximidades do Bar Varanda do Bode, a partir das 16h30.

Fotos: Dedé Ramalho

Diego Campelo (Assessoria)







Deputado Souza pretende analisar projeto da estrada que ligará Goianinha a Pipa

Deputado Souza pretende analisar projeto da estrada que ligará Goianinha a Pipa

Nova rodovia não passará pelo centro de Tibau do Sul
A partir das discussões geradas em torno das notícias sobre a construção de uma estrada que ligará o município de Goianinha à praia de Pipa, em Tibau do Sul, o deputado Souza (PHS) formalizou ofício a ser encaminhado ao diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), general Jorge Ernesto Pinto Fraxe solicitando relatório completo sobre a construção da estrada.
“Entre as discussões geradas com a notícia da construção da estrada está a da cobrança de pedágio e o fato de a rodovia ser uma espécie de desvio do centro de Tibau do Sul. Com a nova via, as pessoas que vivem do comércio do artesanato e da pesca às margens da atual estrada que passa por vários distritos vão perder sua fonte de sobrevivência e talvez em tempos de crise essa não seja uma das alternativas mais viáveis”, justifica o deputado.
Souza lembrou que Pipa é uma das maiores vitrines do Rio Grande do Norte no Brasil e no mundo e chega a receber 450 mil visitantes por ano. Um destino turístico conhecido internacionalmente. Diz ainda em seu requerimento que o turista que vai pela RN-033, antes de chegar à praia de Pipa, passa pelos distritos.
No entendimento do parlamentar, os comerciantes e barraqueiros da praia de Tibau do Sul certamente serão afetados negativamente com o traçado da nova estrada porque o fluxo de veículos cairá drasticamente após o desvio da rota.
“Diante dessas questões estou solicitando que o projeto seja encaminhado para análise e aprofundamento da discussão”, concluiu Souza.


Ministério Público pede impugnação das candidaturas de Zé Antonio e Coronel Fernandes, em Macau

doc1
Como era de se esperar, o Ministério Público Eleitoral entrou com ação de impugnação ao registro de candidatura do médico José Antônio Menezes Souza (DEM) a prefeito de Macau, pela coligação “A força que vem do povo”, uma vez que o ex-prefeito (1997 a 2004) teve suas contas reprovadas pela Câmara Municipal de Macau por recomendação do Tribunal de Contas do Estado, tem pendências junto ao Tribunal de Contas da União e havia sido condenado por compra de votos em 2008, perdurando a sua inelegibilidade por 8 anos, até depois da eleição de 2016. A surpresa ficou por conta do pedido de impugnação do Ministério Público à candidatura de André Luiz Fernandes da Fonseca (PRB), conhecido como Coronel Fernandes, integrante da chapa da mesma coligação na condição de vice-prefeito.
A impugnação pedida contra a candidatura do ex-prefeito José Antônio Menezes não surpreendeu a classe política de Macau, uma vez que era do conhecimento geral de que o representante do Democratas tinha impedimentos perante à Justiça Eleitoral, estando enquadrado na Lei da Ficha Limpa e, inclusive, havia sido aconselhado por familiares e amigos a não pleitear disputar a eleição de 2016.
Na sua argumentação inicial, a promotora Fladja Raiane faz a citação “Resta impossível o deferimento do registro de candidatura do impugnado, tendo em vista que ele se enquadra na hipótese prevista no artigo 1º, I, J, da Lei Complementar nº 64/90, segundo o qual são inelegíveis “os que foram condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio, por doação, captação ou gastos ilícitos de campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma, pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da eleição”. Essa sentença a qual se refere a promotora aconteceu em 30 de novembro de 2010, com trânsito em julgado em 18 de fevereiro de 2011, “sendo imposta multa e decretada a inelegibilidade do candidato ora requerido, conforme verifica-se na decisão em anexo”.
Fonte: Robson Pires